Chegou a hora, a cirurgia está marcada! Vamos lá?

1964918_723863157697350_921110448734484536_n

Está chegando o momento tão esperado e ao mesmo tempo tão desafiador. Chegou o momento da cirurgia reparadora do lábio ou palato.

Você receberá várias orientações para a preparação e entre elas a substituição do uso da mamadeira para o copo/ colher. Mas, por que fazer isto agora? Por que, se ele ou ela, irá sofre na recuperação? Por que antecipar o sofrimento?

Queridos pais, em nossos corações sempre mora o desejo de proteger nossos filhos de todo e qualquer sofrimento, mas também é natural ajudar seus filhotes a crescer e ir adiante.

Todos nós, para crescermos, precisamos de estímulo e de adaptação.

Hoje, quando dedicadamente preparam seus filhos para cirurgia, estão transmitindo algo especial. Que pode ser muito difícil num primeiro momento, mas que será fundamental depois. Ensinam que podem acompanhar as mudanças, ensinam que eles têm “ferramentas” para subir novo degrau e entrar em outra fase!

Sim, ao adaptar seu filho ao copo ou mamadeira de colher, você estará auxiliando para o bom resultado da cirurgia, boa recuperação e também ensinando como enfrentar desafios no futuro. E todos sabemos que negar as mudanças ou evita-las pioram muito as coisas.

Para seu filho, ao saber que aquela mudança virá para melhor, que pode ser difícil no início, mas que será conquistada aos poucos e que você está lá para ver, fará a diferença!

Pense na situação ao contrário, você acordando de uma cirurgia e não estar preparado para alimentar-se, não entender o que está acontecendo, nem o porquê. Posso lhes dizer que a sensação de desorientação pode ser muito pior, psicologicamente, para seu filho do que o treino da mudança. É mais fácil neste momento pós cirúrgico ter algo conhecido, que já foi apresentado, treinado do que algo totalmente novo.

Claro que tudo isso será acompanhado de muita conversa. Seu pequeno ou pequena entende o que você fala. Entenderá suas palavras com seus gestos, seu afeto e seu olhar!

Lembre-se que você está preparando seu filho em todos os sentidos e psicologicamente também para o futuro.

Lembre-se que não estão sozinhos nisto! Prepare seu filho e depois nos conte como foi!

Abraços,

Cristiane de Paula Vieira

Psicóloga

CRP 07/08159

Dia Mundial do Aleitamento Materno

mama

Sobre o “mamá” de todos os dias
No Dia Mundial Do Aleitamento Materno!

1 de Agosto – Dia Mundial do Aleitamento Materno

O conhecimento sobre sua importância dá energia à mãe para insistir no aleitamento, quando tudo no início pode parecer ser tão difícil! Nestes casos, sugiro buscar ajuda e temos uma equipe na Saúde prontinha para isso: Pediatras, Enfermeiros (em especial aos atuantes nos Bancos de Leite), Nutricionistas e nós, Fonoaudiólogos.

Mas, e quando o bebê tem fissura labiopalatina?

Às mamães de bebês com fissura labial isolada (sem afetar o céu da boca), na maioria das vezes a dificuldade inicial é rapidamente solucionada com o ajuste da posição da dupla mamãe-bebê durante as mamadas.

Às mamães de bebês com fenda palatina (quando o céu da boca tem uma abertura), sabemos que a dificuldade é maior e, por vezes, necessário utilizar e adaptar utensílios, como a mamadeira. Ok, então vamos adaptar! Porque o importante é o bebê receber o leite que a mamãe tem, cheio de amor e prontinho para nutrir o pequeno! Nestes casos, uma importante alternativa para manter o aleitamento materno é realizar a ordenha de seu leite para oferecê-lo ao bebê por mamadeira (ou o utensílio que ele melhor se adaptou).

Às mamães, meus parabéns pelo dia de hoje!

Às mamães de crianças com fissura labiopalatina, meus parabéns e minha admiração, pela superação à cada mamada!

Com carinho,

Daniela Barbosa
Fonoaudióloga